Criatividade e simplicidade na arte de Javier Pérez 

  
Bom dia, boa tarde ou boa noite pra você que está aqui nesse cantinho a fim de fazer uma boa leitura. Chega mais, pega um chá, um biscoito e sinta-se em casa! 

Gostaria de compartilhar com vocês a oportunidade e privilégio que tive de receber um giveaway de um dos artistas que mais gosto! Javier Pérez é um designer equatoriano dono de uma mente extremamente criativa e simplicidade cativante. Hoje em dia ele vive em Barcelona, na Espanha. 
  
Para conhecer um pouco mais sobre ele, melhor deixar ele falar! Então fiz uma rápida entrevista para introduzir você a esse artista. 
Lia Costa: A sua primeira exibição individual foi no mesmo ano que nasci. Então parece que você faz arte a tempos! Alguma coisa no seu olhar, mãos ou mente mudou desde então? 

Javier Perez: Desde 2013 estive trabalhando continuamente no meu estilo. Sempre estou buscando a maneira de comunicar de forma mais simples possível. 
LC: Seu trabalho é muito criativo. A simplicidade chama atenção para uma mente brilhante! Quais são suas referências? 

JP: Minhas referências são: Red Hong Yi, Brock Davis e Isidro Ferrer.
LC: o menino com balões de uva foi capa da revista National Geographic. De tudo que você já conquistou, o que mais aprecia? 
JP: O que eu mais gosto é que as pessoas apreciem minhas ideias. Tudo isso me dá motivos para continuar trabalhando cada dia. 
LC: você sempre quis ser um artista? O que da sua infância ainda está no seu trabalho? 
JP: Não me considero um artista, mas desde pequeno sempre gostei de criar. Desenhava constantemente desde criança. Inventava personagens, criava quadrinhos. Tinha uma grande paixão por criar. Mas quando entrei na universidade e comecei a trabalhar, deixei de fazer isso. Estive alguns anos sem desenhar e me sentia triste por ter dado às costas a esse pequeno talento que tinha. Agora estou feliz por fazê-lo todos os dias. 

LC: a arte é expressão de si mesmo. Uma forma de gritar. Olhando sua conta no Instagram ou qualquer galeria, podemos ter uma ideia de quem você é. Mas o que você está gritando para o mundo? O que você mais expressa? 
JP: sim, quando você vê a galeria de um artista pode perceber quais são os seus interesses e medos. Em meus trabalhos pode ver o que me motiva: minha infância, o jogo e a curiosidade pelas formas e objetos. 

  
LC: mais uma coisa… Por que Cinta Scotch? (Risos) 
JP: foi um pseudônimo que inventei para um concurso de conto e poesia que tinha no meu colégio quando tinha uns 14 anos. Queria que fosse um absurdo e fora de contexto. Durante o recreio eles leram os ganhadores na frente de todos os alunos. Eu tinha ficado em segundo lugar e quando leram meu pseudônimo todos riram. Desde então me considero como um “buen augurio”. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s