Com licença, eu vou cagar

Os seus dejetos falam muito sobre você e prestar atenção neles – por mais grotesco que isso possa parecer, é algo importante.

Vamos falar sobre merda? Antes de começar:  merda não é palavrão. Merda é o seu dejeto de cada dia. Ok? Ok, então vamos lá!

Boooom dia, boa tarde ou boa noite pra você que está lendo isso. Tudo bem com você? Se não tiver certeza, dá uma olhadinha na privada a próxima vez que for descarregar a barriga.

O nome é bem pejorativo, mas o assunto é sério. Dá pra saber muito sobre você. Faz até sentido que as pessoas digam que você é aquilo que você come. E também faz sentido que os médicos peçam aquele exame constrangedor de colocar merda no potinho. Então, vamos falar sobre merda?

As fezes são tudo que você comeu e não absorveu. Isso tudo junto com células digestivas e bactérias, são o seu bolo fecal. Essa massa é empurrada e quanto maior o volume, mais fácil de sair. Isso explica muita coisa.

Tubo digestivo: entra de um lado, sai do outro.

O tubo digestivo começa na boca e termina no ânus. Mas a comida não entra e desce tipo “aweee escorregador!”, ela passa por muitos processos que você já estudou na escola. O importante é mastigar bem os alimentos. Se isso te motiva, mastigar bem os alimentos te ajuda a não engordar, mulher. Não se afobe, não engula tudo correndo. A hora da comida é importante. Mastigue com calma, coma devagar… Assim você come até menos sabia? Seu corpo tem mais tempo pra processar tudo que está acontecendo.  Segundo o doutor Marcelo Averbach, a absorção de nutrientes é prejudicada nas refeições rápidas. Se você comer direitinho, seu intestino não vai ter tanto trabalho pra terminar de roer o que você não triturou. Pra que mais trabalho? Vamos fazer tudo cer-ti-nho.

Pós refeição: dormir ou caminhar?

Assim que você come, o que acha que deve fazer? Tem quem diga que o melhor é caminhar, há quem diga que é dormir… Afinal, quem está falando a verdade? Depois do almoço dá muita preguiça de voltar pra rotina, mas o essencial é não dormir. Desculpe, eu também sinto muito com a notícia. Isso não é legal porque facilita refluxo, então borá ficar em posição ereta e dar uma caminhadinha por aí.

Suas idas ao banheiro.

Quantas vezes por dia você vai ao banheiro descarregar?  Se sua resposta foi “eu não vou todos os dias”, se preocupe.  O normal é ir três vezes ao dia no máximo. Se você é uma pessoa com tendência a ter intestino preso, deve ir uma vez por dia em dias alternados. Se você é assim, procure um médico e não tenha vergonha de falar do seu problema, melhor pra fora do que pra dentro, certo? Mas as suas idas são muito pessoais, depende do que você come e do teu organismo. Se passar de três vezes ao dia também não tenha vergonha.

Ajude seu corpo a funcionar bem

Uma boa alimentação ajuda e muito o seu corpo. Nós temos uma noção básica do senso comum e que está certíssima: salada, frutas, fibras… Essa última precisa de um cuidado especial. As fibras são mais indicadas para não serem ingeridas pela parte da noite, porque elas precisam de um tempo considerável para serem ingeridas.  Mas se você só comer essas coisas, pode não ter feito uma boa escolha. “O problema de comer só frutas e verduras é a baixa digestão protéica”, afirma o doutor Renato Saad. Nós precisamos de gordura e carboidratos. Acontece que não em tão grande quantidade quanto as saladas e fibras. Equilíbrio é a alimentação essencial.

Conhecendo os seus restos mortais

Textura

Se você notou estar como um cabrito, como minha avó diz, bolinhas separadas, te faltam fibras e fluidos. Beba mais água e coma algumas frutas e vegetais. Se parece uma vina (ou salsicha, como os não-curitibanos chamam), você está muito bem! Tudo líquido é um péssimo sinal e todos sabemos. Seu corpo teve alguma infecção, vá se tratar. Se estiver grudenta – e você percebe quando vai se limpar, é muito óleo. Pare com isso agora. Resumindo: coma bem e tome muita água. ÁGUA, leu bem? Água. Ah, claro, exercício também ajuda muito. Aliás, exercício ajuda você a ter controle sobre o seu corpo. Termine de ler isso e vá se mexer.

Cor

Marrom é o ideal! Se for verde você está comendo muita coisa verde ou o processo está sendo muito rápido aí dentro.  Amarelo é problema! Eu nem sabia que isso existia. Se você está deixando coisas amarelas por aí, cuidado, tem a ver com gordura e desordem.  Produzir dejetos pretos também é preocupante, pode ser que você esteja sangrando por dentro ou que esteja com câncer. Mas não se desespere! Eu disse que PODE SER, então procure melhor o que isso pode significar. Se estiver branco ou perto disso e não for o seu normal, pode ser a causa de algum remédio ou a sua bile está com probleminhas. Totô com sangue também pode ser câncer.

Querido leitor, não fique só no meu texto, procure mais detalhes sobre isso se você acha que precisa de um empurrãozinho ai atrás. Essas informações foram tiradas da entrevista do Drauzio Varella  que você encontra clicando aqui. Para saber mais sobre textura e cor dos seus dejetos, clique aqui.

Desculpe pelo modo de falar, mas esse assunto tem que ser claro. Pronto. Falei.

Anúncios

Um comentário sobre “Com licença, eu vou cagar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s